Fender relança o clássico ’57 Champ

champtweedbanner

Muitos de vocês já estão inteirados da fama dessa mini magnificência de amplificador, escolha número 1 de 10 entre 10 músicos em quesito de gravação de valvulado saturado. A Fender já vinha há um tempo reeditando exaustivamente seus modelos blackfaces da década de 60, vertendo enorme empenho para assegurar um bom produto final mesmo com todos os empecilhos da produção massificada, o que obrigou a Fender a reduzir custos guilhotinando a qualidade de alguns componentes dos amplificadores. Mas conversando recentemente com um handmaker de valvulados, com conhecimento técnico específico, andei mudando minhas opiniões sobre essa, digamos assim, leve prática negligente da Fender. Ele fez questão de salientar uma melhora significativa na qualidade geral da construção dos amplificadores Fender Reissue, especialmente nas últimas três temporadas, inclusive nas placas de circuito impresso e na precisão das demais soldas, que era o calcanhar de aquiles dos amps até então. Mas dessa vez não há papo, em razão de inúmeros pedidos de fanáticos pelo Champ Tweed, a Fender resolveu reeditar a versão de 57′ do Champ, dessa vez porém, confiando sua produção aos construtores dedicados da Fender, oferecendo um trabalho quase artesanal na fabricação.

O circuito do 57′ Champ ressuscita o clássico design 5F1, equipado nos originais, sendo portanto todo soldado a mão (hand-wired) e ponto-a-ponto (PTP), o que o qualifica a ingressar na divisão mais classuda e exclusiva da Fender, a linha “Custom”, que já integra os consagrados “’57 Deluxe“, “57′ Twin-Amp” e “Vibro-King“. Além disso, entrega 5 watts em um falante Alnico de 8 polegadas, Weber Special Design 4Ohm. Apenas um controlador, de VOLUME, com o clássico knob “chicken head” preto, luz piloto estilo diamante, gabinete todo feito em pinho maciço com juntas articuladas (finger-jointed) e revestimento Tweed com acabamento lacqueado. A configuração de válvulas segue a ordem tradicional, 1 válvula do tipo 6V6 na potência, uma 12AX7 no estágio de pré e uma válvula do tipo 5Y3 para retificação.

Se os videos estiverem corretos (e não duvido da idoneidade da Fender nesse sentido), essa reedição parece recriar até o “último fio de tweed” a essência dos narrow-panel endiabrados da década de 50. Os amps dessa época se destacam em primeiro lugar pela extrema dinâmica que oferecem, entregando nas mãos do guitarrista, abandonado à própria sorte, o destino de seu timbre. A interação entre o guitarrista e o amplificador se desdobra em ampla profundidade, persuadindo o músico a buscar seu próprio som e sua maneira de tocar, podendo mesclar sonoridades doces e tenras com distorções “roucas” e furiosas  com uma simples alteração de ataque nas cordas. Outra coisa que impressiona nesses amps é o poder que seu som inspira, mesmo com a wattagem tão baixa. O Champ tem uma saturação de válvula de potência inconfundível, tanto que o icônico “cranked champ tone” já praticamente virou uma expressão a se zelar nos círculos de colecionadores e amantes de timbres. Essa saturação tem um quê de misticismo e folclore, não a toa. Quando provocado, o som saturado que sai de um Champ é tão poderoso que parece rasgar o ar como um supersônico. Muito mais que isso, o Champ é o único amp que consegue soar como uma voz rouca de whiskey entoando refrões de blues em algum rincão do Mississipi. Não é pouca coisa não meus senhores. Se duvidam, confiram os videos por favor.

Não há ainda preço para o ’57 Champ.

Acompanhem ao final os ótimos videos de demonstração do 57′ Champ

champtweedback

Traseira do ’57 Champ

 

champtweedPTP

Detalhe do circuito PTP soldado a mão

 

champtweedwithstrat

Visão frontal do ’57 Champ

Clique no link “manter a leitura” para conferir os videos de demonstração

Uma resposta para “Fender relança o clássico ’57 Champ

  1. Show de bola teu blog!
    Sabe dizer se ja tem no brasil pra vender este amp? barato não deve ser rs…. Mas dá vontade de ter um, pois o som é realmente versátil!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s