As guitarras dos Beatles

abbey

Com a chegada do The Beatles Rock Band, nada mais natural do que esmiuçar o arsenal de guitarras usadas pelos Fab Four de Liverpool. Os Beatles foram talvez a primeira banda de rock a realmente alavancar as vendas das guitarras que empunhavam, em parte porque junto com o brilho revolucionário que a banda trazia, veio também no pacote qualquer coisa que envolvesse a banda: as roupas, o corte de cabelo, os óculos e claro, perguntas como ‘que guitarra é aquela que o Lennon tá usando?’.

Mas com guitarras é claro que foi diferente, pois não atuavam como simples coadjuvantes, como um simples ‘jeito de se vestir e portar’, as guitarras dos Beatles eram também responsáveis pela identidade sonora da banda, entoando timbres aveludados e  riffs que são reconhecidos até hoje em poucas notas. Na net há uma extensa bibliografia só a respeito das guitarras dos beatles, às vezes com dados que não se encaixam ou mesmo conflitantes, o que dá um sério trabalho para elaborar uma relação fiel dos instrumentos.

De todo modo, as melhores informações provém de arquivos fotográficos ou mesmo da própria banda, pois é claro que, na década de 60, tocar guitarra era algo excêntrico o suficiente para despertar a curiosidade de qualquer entrevistador, nem que fosse uma questão singela, algo como ‘que tranqueira é essa?’. Não era raro portanto, que os entrevistadores perguntassem sobre o que era aquilo, como funcionava, o que era aquela parafernália de botões, para quê servia, de onde que saía o som, etc. Nos Beatles, assim como em todas as bandas que querem começar (tem coisas que não envelhecem), havia inicalmente um excesso de guitarristas, aquela coisa, muito cacique para pouco índio, muita guitarra para um quarteto ou quinteto.

John, George e Paul eram todos, em princípio, guitarristas. McCartney inclusive, quando solicitado por Lennon a provar suas qualidades musicais, impressionou a todos do Quarry Men (a primeira banda de Lennon) pela sua habilidade com a guitarra. Até 1961, quando George ingressa no grupo, Paul era guitarrista rítmico da banda. Desse ponto em diante, Paul entra no lugar de Stu Sutcliffe e passa a tocar baixo nas turnês de Hamburgo em diante. Lennon sempre gostou de tocar guitarra e nunca a deixou de lado nas composições, ele reconhecia a importância que o instrumento tinha na personalidade das canções; embora não fosse exímio guitarrista, cada composição de Lennon era uma prova viva de que são as poucas notas nas suas melhores combinações que produzem riffs matadores e melodias tenras.

E o George? Bem, esse é gênio, acredito até que é muito subestimado pela imprensa especializada, seus riffs são tão marcantes que eu arrisco a dizer que o que todos nós conhecemos como rock tem algum quê do estilo musical de George, juro, desde aquele som cortante das ultra distorções do grunge, até aqueles chorus dos anos 80, não importa a “roupa”, entende, mas a maneira de elaborar, de dividir os riffs, os refrões, as entrelinhas das guitarras vocês acham que vem de onde??

Clique no manter a leitura, abaixo, para continuar a leitura

 

 

JOHN LENNON

  

GALLOTONE CHAMPION (circa-55)

Gallotone Champion
Gallotone Champion

Violão presenteado a John por sua tia Mimi, de qualidade ultra duvidosa que custava, à época, 17 libras esterlinas e era encomendado por catálogo. Vendida pela Sotheby’s em 1999 a um colecionador anônimo.

RICKENBACKER 325 (1958)

 

Rickenbacker 325 (1958)
Rickenbacker 325 (1958)

A primeira Rick de John, na cor Mapeglo, comprada em Hamburgo em 1960. Usada exaustivamente até 1964, sendo provavelmente a guitarra mais presente nas gravações dos discos.

 GIBSON J-160 (1962)

 

Gibson J-160E (1962)
Gibson J-160E (1962)

George tinha uma igual, comprada por ambos em 62, na cor sunburst. A primeira do John foi furtada em 1963; ele comprou outra em 1964 e este violão se tornou famoso por acompanhar Lennon e Yoko nos bed-ins que promoveram. Atualmente está como Yoko.

 EPIPHONE CASINO (1965)

 

Epiphone Casino (1965)

Epiphone Casino (1965)

Bastante conhecida, originalmente na cor sunburst. Todos os três tiveram a Casino, Paul foi o primeiro a comprá-la em 64, depois John e George a compraram em 66. A de George vinha com vibrato de fábrica.

 

RICKENBACKER 325 12 cordas (1964)

 

Rickenbacker 325-12 (1964)
Rickenbacker 325-12 (1964)
Guitarra Rickenbacker ‘custom made’ para Lennon, versão com 12 cordas das 325, ele a utilizou em 1964. Atualmente está com Yoko.
 
 
RICKENBACKER 325 BLACK (1965)
 
 
Rickenbacker 325 (1965)

Rickenbacker 325 (1965)

 
Mais uma 325 no arsenal de John, esta seis cordas com acabamento black, usada em estudio em 65. Também permanece com Yoko.
 
 
 
GEORGE HARRISON
  
  
 
VIOLÃO SEM NOME
 
 
Primeiro violão de George

Primeiro violão de George

 
Primeiro violão de George, e claro, de material ultra duvidoso, devia custar em torno das 15 libras, foi porém arrematado em 2003 por 250.000 libras esterlinas. Atualmente está no Beatles Museum em Liverpool.
 
 
HOFNER PRESIDENT (1957)
 
 
Hofner President 57

Hofner President 57

Uma belíssima guitarra. George a adquiriu em 1957 mas se desfez dela logo depois.
 
 
HOFNER CLUB 40’s (1959)
 
 
Hofner Club 40's

Hofner Club 40's

Tanto John quanto George tinham uma dessas de 59. Lindo finish natural!
 
 
FUTURAMA SUNBURST (1959)
 
 
FUTURAMA (1959)

FUTURAMA (1959)

 
Comprada em 59 por George, uma guitarra que à época era bastante simples, portanto bem barata, o suficiente para George, que queria algo mais parecido com uma stratocaster. Foi doada por George a um ganhador de um concurso promovido pelos editores da revista BEAT, mas o ganhador preferiu prêmio em dinheiro e a guitarra então ficou nas mãos de um dos editores, que a possui até hoje. 
  
GRETSCH DUOJET (1957)
  
  
Gretsch Duojet (1957)

Gretsch Duojet (1957)

  
Descrita por George como sua primeira guitarra realmente decente, comprou em 61, uma Gretsch Duojet em finish original preto e bastante utilizada por George.
 
 
GRETSCH TENNESSEAN (1963)
 
Gretsch Tennessean 63

Gretsch Tennessean 63

 
Bastante utilizada entre 1964 e 65, segunda Grestch de George, wine red finish, provavelmente permaneceu na coleção de George, mas não se sabe ao certo.
 
 
EPIPHONE CASINO (1965)
 
 
Epiphone Casino (1964/65)
Epiphone Casino (1964/65)

Uma Casino Sunburst de 65, mesma utilizada por Paul e John, mas com vibrato.

 

FENDER STRATOCASTER “ROCKY” (1962)

 

FENDER STRATOCASTER "ROCKY"
FENDER STRATOCASTER “ROCKY”

Originalmente na cor “sonic blue”, George e Lennon compraram duas dessas stratos e as utilizaram exaustivamente nas gravações de “Help!”. Em 67, George encomendou uma pintura psicodélica, apelidando-a de “Rocky”. Esta guitarra é extremamente famosa, a Fender produziu nos anos 90 uma pequena tiragem de Rockys, com a pintura psicodélica, porém são raríssimas e muito caras. Muitos beatlemaniacos compram stratos azuis e as pintam da mesma forma.

 

GRETSCH COUNTRY GENTLEMAN (1963)

 

GRETSCH COUNTRY GENTLEMAN 63
GRETSCH COUNTRY GENTLEMAN 63

George tinha duas Country Gentleman iguais, que comprou em 63. George adorava usar essa guitarra especialmente no palco para grandes ou pequenas apresentações. Em 65, uma delas caiu e se arrebentou e a outra remanescente George a deu de presente a Brian O’Hara do Fourmost, que a doou logo em seguida a uma terceira pessoa. Não se sabe ao certo seu fim.

 

RICKENBACKER 360 12 cordas (1964)

 

Rickenbacker 360-12 (1964)
Rickenbacker 360-12 (1964)

A primeira Rickenbacker 360 12 cordas com George, essa clássica guitarra já havia se popularizado nos EUA com os Byrds. George a ganhou da própria Rickenbacker em uma visita aos EUA. Acabamento deslumbrante, com frisos luxuosos e finish lindo Fireglo que só a Rickenbacker consegue fazer.

 

RICKENBACKER 360-12  (1965)

 

Rickenbacker 360-12 (1965)
Rickenbacker 360-12 (1965)

Segunda Rick 360 12 cordas de George, utilizada apenas nas turnês norte-americanas em 65 e 66. Diferentemente da outra Rick 360 12, essa tinha frisos no corpo apenas atrás. Foi um dos primeiros modelos da Rickenbacker a exibir o lindo “R” dourado na ponte.

 

GIBSON LES PAUL STANDARD a.k.a “LUCY” (1957)

 

LUCY!!!!
LUCY!!!!

Originalmente tinha finish goldtop, pintura padrão de todas as les pauls standards 57. Clapton presenteou George com essa guitarra já com a segunda pintura, wine red. Diz a lenda que foi com essa guitarra que Clapton gravou o solo de While my guitar Gently Wheeps. Foi furtada, mas George conseguiu recuperá-la muitos anos depois.

 

GIBSON SG STANDARD (1966)

 

GIBSON SG STANDARD (1966)
GIBSON SG STANDARD (1966)

Utilizada por George de 1966 em diante, tinha uma ponte tremolo, mesmo modelo tornado famoso por Angus Young do AC/DC, porém com escudo preto parcial. Diz super lenda que essa SG foi vendida, sem querer, em um Garage Sale, pela mulher de George. Estranho, muito estranho.

 

FENDER TELECASTER ROSEWOOD (1969)

 

Fender Telecaster Rosewood 69
Fender Telecaster Rosewood 69

Uma das guitarras mais inimigináveis, colecionáveis, raríssimas possíveis. Uma fender telecaster toda feita em jacarandá, tanto o braço quanto o corpo. A fender produziu essas guitarras durante curtíssimo tempo em 1969. Esta foi handmade para George, até para promover o lançamento da tele rosewood. Esta guitarra estava com Delaney do Delaney & Bonnie, mas foi arrematada em leilão por 430.000 dólares, em 2005.

 

PAUL MCCARTNEY

 

PRIMEIRO VIOLÃO

 

Violão elétrico (sem data)
Violão elétrico (sem data)

Primeiro violão de Paul, elétrico. Paul trocou o trompete que ganhara de seu pai por esse violão. Até hoje Paul guarda este violão.

 

ROSETTI SOLID 7 (1960)

 

ROSETTI SOLID 7 (1960)
ROSETTI SOLID 7 (1960)

Paul transformou esta guitarra em baixo, com a saída de Stu, adicionando cordas de piano ao instrumento!!!!

 

HOFNER 500/1 VIOLIN BASS (1961)

 

Hofner 500/1 Violin Bass
Hofner 500/1 Violin Bass

Provavelmente o instrumento musical mais famoso da face da terra. No mínimo o mais popular. Famoso baixo de Paul, adquirido em 1961, com dois captadores, lindo acabamento sunburst. Paul ainda excursiona com esse baixo nos shows solo. Simplesmente um lindo instrumento musical, magnífico.

 

VIOLÃO EPIPHONE TEXAN (1964)

 

EPIPHONE TEXAN
EPIPHONE TEXAN (1964)

Paul comprou esse violão em 64. Foi com ele que Paul compôs uma primeira versão de Yesterday

 

É isso aí pessoal, no futuro vou fazer um post dedicado somente aos amplificadores dos Beatles, os top boosts AC-30 da Vox, Super Beatles e muito mais.

créditos, infors & fotos originais: http://www.geocities.com/SunsetStrip/Studio/1857/guitars.html

mais sobre o The Beatles Rock Band: http://www.sedentario.org/games/the-beatles-rock-band-16470

6 Respostas para “As guitarras dos Beatles

  1. Melhor artigo que eu já li sobre o assunto na internet.
    MASSSSS faltou o preço dos modelos atualmente, para colecionadores comprarem iguais.🙂

  2. Caramba… tô doente agora na caça dessas guitarras ou similares. Vou à falência. Certeza…

  3. Fantastico!!!

  4. Fantástico! Parabéns pelo excelente trabalho.

  5. O primeiro violão do Paul é da marca Zenith.
    Ele ainda possui o violão.
    Um abraço.

  6. MUITO BACANA AMIGO, PORÉM, FALTOU VC FALAR DO HOFNER CAVERN BASS DO PAUL. SEU PRIMEIRO HOFNER QUE FOI ROUBADO DURANTE AS GRAVAÇÕES DO LET IT BE. MAS, FICOU SHOW DE BOLA A MATÉRIA. MEUS PARABÉNS !!!!!!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s